Editora seleciona poesias de internautas

Poetas de São Paulo e do Paraná estão presentes no livro

por BRUNO CARVALHO

Durante o Recital Livre de Poesia, organizado na Biblioteca Monteiro Lobato, na última sexta-feira (26/09), foi lançada a antologia poética intitulada P.O.E.M.A.S. (Palavras, Ontológicas, Extenuantes, Mas Ainda Semânticas), que conta com poesias de dez autores, entre eles alguns poetas guarulhenses.

A antologia foi organizada, editada e diagramada pela poeta Renata de Mattos, que divulgou a criação do livro, pela internet, despertando interesse de autores de todo Brasil.

Não fiz nenhum tipo de concurso para escolher poetas, nem temas ou poesias. Minha intenção era dar chance à todo mundo, que estivesse interessado em participar da antologia”, foi o que disse Renata.

O título foi escolhido durante um conversa de bar entre a organizadora da obra e o poeta Alessio Esteves, que também é um dos autores. Eles queriam algo que despertasse o interesse do público, foi quando Alessio teve a idéia de criar a sigla P.O.E.M.A.S. – que ainda não tinha significado – mas logo definiu em: Palavras Ontológicas, Extenuantes, Mas Ainda Semânticas. “É exatamente o que é uma poesia, ela é ontológica, extenuante, pois todo poeta morre um pouco, ao deitar no papel seus sentimentos, mas mesmo que extenuantes, são semânticas, são líricas”, declarou poeticamente Renata de Mattos.

Os interessados em adquirir o livro, devem encomendar direto com a editora, pelo e-mail: renatademattos@yahoo.com.br. O valor é de 20 reais mais a taxa de envio.

Produção independente com tiragem de 100 exemplares

Produção independente com tiragem de 100 exemplares

Informações sobre o livro:

Título: P.O.E.M.A.S. – Palavras Ontológicas Extenuantes Mas Ainda Semânticas

Autor: Vários autores

Editora: D’Mattos

Assunto: Vários

Número de Páginas: 120

Anúncios
Comments
4 Responses to “Editora seleciona poesias de internautas”
  1. Ademiltonn Alves disse:

    Poesia é o elo perfeito é o amor
    Poeta não ve defeito ele enfeita o conceito
    O feio vira moda na passarela do bonito
    vemos as pessoas aos olhos da alma
    Não deixamos trauma, enfuracemos algumas vezes
    Más sempre levando calma
    Poeta não é suicida ele ama a vida é filho da indefesa abraça a mãe natureza
    Poeta não corta arvore só corta o mau pela raiz
    Ele chora de saudade quando a amada vem lhe dizer que com ele só quer a mizade
    Ele luta com vontade para presente-ala com averdadeira rara felicidade
    Pra tela na eternidade
    Há claridade entre o espelho da maternidade
    Ele se emociona com a chegada da paternidade.

    Titulo; Poesia é o elo perfeito. registrada resevada Ao AUTOR; Ademilton Alves…Itajá GO

  2. Ademiltonn Alves disse:

    Poesia é o elo perfeito é o amor eleito
    Poeta não ve defeito ele enfeita o conceito
    O feio vira moda na passarela do bonito
    Vemos as pessoas aos olhos da alma
    Não deixamos trauma enfurecemos algumas vezes mas sempre levando calma
    Poeta não é suicida ele ama a vida
    É filho da indefesa abraça a mãe natureza
    Ele não corta arvore, só corta o mau pela raiz
    Ele chora de saudade quando a amada vem lhe dizer que com ele ela só quer se for amizade
    Ele luta com vontade
    Para presente-ala com a verdadeira e rara felicidade
    Pra tela na eternidade
    ´Há claridade entre o espelho da maternidade
    Ele se emocina com a chegada da paternidade

    Titulo;Poesia é o elo perfeito.
    Autor; Ademilton Alves Itajá GO.

  3. METAMORFOSE

    Esperei você pela porta da frente
    Os dias passaram e enriqueci meu vocabulário.
    Trabalhei o campo lexical
    Dei de servir as palavras abandonadas!

    Elas estavam famintas, quase mortas!
    Clamavam, com fome, como pedinte esperando pão.
    Ansiavam por estarem na boca do homem.

    Levantei o respeito que estava jogado num beco
    Escutei o que a verdade tinha para falar.
    Ajudei a esperança recuperar suas forças,
    Fiz mutirão para arrecadar corações.

    Foi quando vi você entrar pela porta da frente!
    Esqueci todo meu vocabulário…
    Então, o que era estático, tornou-se um ato.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: