Imagens da 11ª Marcha da Consciência Negra

Luís Gama e Almirante Negro foram os homenageados

 

No sábado (20/11) de feriado –  jovens, adultos e idosos caminharam pelas ruas do centro da cidade ao som de trio elétrico e bateria de escola de samba.  A Guarda Civil Metropolitana paralisava o trânsito para os marchantes passar. Com o tema “Guarulhos construindo a igualdade social” – negros, brancos, mestiços, ciganos e índios despertavam a atenção com suas vestimentas tradicionais.

 

 

Quando a marcha adentrou a rua Sete de Setembro, os carros eram desviados porque o acesso a rua João Gonçalves estava fechado.

 

 

 

As pessoas estavam vestidas de camiseta branca, que tinha os dizeres “Novembro Negro” e “Guarulhos: 450 anos Construindo a Igualdade Racial.

 

 

Jovens portando instrumentos típicos de capoeira também acompanhavam a multidão.

 

 

 

 

 A concentração de pessoas estava organizada de maneira pacífica e festiva. É importante ressaltar, que não havia palavras de protesto, apenas contavam a história dos homenageados do dia, foi que aconteceu quando cruzaram a rua Luiz Gama.

Um pouco de História

Luiz Gama nasceu na Bahia, em 21 de julho de 1930. Foi abolicionista e defensor dos diretos negros. Uma vez na tribuna do Tribunal do Júri proferiu: “aquele negro que mata alguém que deseja mantê-lo escravo, seja em qualquer circunstância, mata em legítima defesa”.

Almirante Negro é o apelido de João Cândido. O Almirante foi líder da Revolta da Chibata, que começou em 22 de novembro de 1910, no Rio de Janeiro. A causa da revolta foram às punições físicas sofridas pelos marinheiros, as faltas graves eram pagas com 25 chicotadas. Mas, o estopim aconteceu quando o marinheiro Marcelino Rodrigues foi punido com 250 chibatadas, o fato foi presenciado pelos seus companheiros. Os revoltosos chegaram a matar o comandante do Encouraçado Minas Gerais, onde acontecem as punições. Outras embarcações se uniram e ameaçaram bombardear a cidade do Rio de Janeiro, caso as punições físicas não fossem abolidas, as alimentações não fossem melhoradas e se não houvesse anistia para todos os revoltosos.

O Dia da Consciência Negra é comemorado todos os anos no dia 20 de novembro, a data é a mesma da morte de Zumbi, que foi um dos mais importantes líderes do Quilombo dos Palmares.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: