Filme retrata o desenvolvimento guarulhense

“Memorial Guarulhos” é um dos presentes dos 450 anos

Documentário

Direção: Marco Antonio Machado

País: Brasil

Ano de Lançamento: 2010

Nota: 3

@brunosdr3

Com a intenção de reunir as várias versões históricas de Guarulhos, foi filmado o documentário “Memorial Guarulhos”, assim, as vozes de vários especialistas foram ouvidas e as pessoas comuns também foram retratadas.

O documentário trata de como surgiu o povoamento da Nossa Senhora da Conceição até chegar à metrópole dos dias atuais. Do desenvolvimento industrial e tecnológico até chegar no crescimento da área de serviços.

Quando trata da parte histórica, com fotos antigas ou as imagens da Festa da Carpição ou da Paixão de Cristo, o roteiro vai bem, há espaço para várias versões. Mas, em alguns momentos o roteiro perde o foco, quando começa a falar de superação.

Embora, há experiências complexas, elas deveriam ficar para outro documentário. Nessa fase do filme, o caminho se perde. Perde a intenção também nos momentos das entrevistas com empresários, eles poderiam ter falado sobre os desafios enfrentados para desenvolver as empresas na cidade, em vez de falar dos desafios pessoais. O fato de dar espaços aos patrocinadores, levou o roteirista a cometer um erro. O espaço seria válido para memorizar sobre Guarulhos, mas, ficou perdido nas personalidades desconhecidas.

Na parte técnica, principalmente nas imagens da Festa da Carpição, há ângulos perdidos que entraram no produto final. Algumas bocas e mãos filmadas não dizem nada. Outro momento de imagens ruins é quando filmam o historiador Elton Soares descrevendo a chegada dos portugueses no Rio Cabuçu de Cima.

Há dois momentos técnicos no filme, logo no início há os problemas técnicos já descritos, além do som das falas estarem quase no mesmo volume da trilha sonora.

Há grandes acertos também, a ideia de fazer um documentário sobre Guarulhos já é uma grande vitória. Há imagens marcantes da Casa da Candinha, da Mata da cabeceira do Rio Cabuçu de Cima, da Festa da Carpição (ainda muito desconhecida pela população), entre outras.

Para fechar a minha análise, trocaria os trechos sobre superação e experiências dos empresários, pela história do Sanatório Padre Bento, e pela história dos poetas e artistas da cidade. Por exemplo, Castelo Hanssen não poderia ficar de fora, pois, têm muitas histórias para contar sobre Guarulhos.

Anúncios
Comments
3 Responses to “Filme retrata o desenvolvimento guarulhense”
  1. thabata garcia disse:

    Olá,

    Por favor, gostaria de obter informações de como ter acesso a este vídeo
    bem como entrar em contato com seu produtor / diretor.

    Sem mais para o momento,
    dispondo-me a esclarecimentos
    e desde já agradecendo a atenção,

    Thabata Garcia …

    • Bruno Carvalho disse:

      Oi Thabata, td bem?
      Uma dos entrevistas arrumou me emprestou o vídeo. Se quiser vejo um jeito de te emprestar.
      Não tenho contato com os produtores.

      • thabata garcia disse:

        Oi, Bruno,
        Sou agente cultural na secretaria de cultura de guarulhos
        e uma estudante ligou hj aqui querendo informações sobre este filme
        para uso em trabalho de faculdade já em processo – ela cursa direito na ung.

        Como este acesso também é de nosso interesse,
        disponho-me a outros contatos pelo e-mail
        culturaguarulhos2011@gmail.com.

        Sem mais para o momento
        e desde já agradecendo a atenção,

        Thabata Garcia …

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: