Eleições comprovam a má utilização da democracia

Maioria não relaciona o voto com a realidade das ruas

@brunosdr3

Falta menos de uma semana para as eleições, em Guarulhos temos 1128 candidatos a vereador concorrendo a 34 vagas. Alguns tentam se reeleger, outros tentam voltar ao cargo que já foram deles, mas a maioria tenta chegar pela primeira vez ao legislativo.

Nas ruas vemos várias placas, ouvimos músicas de candidatos por todos os cantos. Os folhetos mostram propostas de projetos e de leis, mas logo nessas propagandas é possível verificar o despreparo desses concorrentes a vereança. Alguns prometem coisas impossíveis, outros nem sabem como funciona o ofício de vereador. O que vemos não são políticos, mas sim, pessoas comuns interessadas no alto salário.

O esperado para o próximo mandato não deve ser muito diferentes dos últimos anos, várias sessões encerradas por falta quórum, investigações importantes rejeitadas por falta de uma oposição bem articulada e por falta de um governo honesto. As mortes de crianças no Hospital Municipal Santa Casa da Criança de Guarulhos ficaram sem resposta porque o legislativo não abriu a CEI (Comissão Especial de Inquérito). O projeto do Bilhete Único continua a não suprir as necessidades do transporte público. Esses são apenas dois de uma montanha de problemas.

Qualquer que seja o governo no executivo essa realidade não deve mudar. Os candidatos a vereador são maus preparados ou pessoas sem conhecimento político e técnico para representar as ansiedades da população. Até a vontade dos eleitores é permitido questionar, o que eles esperam com esses votos deixados na urna? Os postulantes com mais chances são figuras já conhecidas no meio político ou são apadrinhados por velhos coronéis de Guarulhos.

A sociedade ainda não sabe aproveitar a democracia, o voto é uma arma para acabar com a corrupção e com a ocupação de pessoas incompetentes em cargos públicos. Mas, mais uma vez os cidadãos vão jogar no lixo a oportunidade de colocar pessoas com vontade de mudança. Vai ser mais quatro anos de sessões encerradas por falta de quórum, vão continuar os boatos de desvio de dinheiro, os comissionados vão continuar no lugar de concursados.

Nas ruas os habitantes reclamam do trânsito, dizem que o transporte público é péssimo, lamentam das condições dos hospitais. Mas, parece que na hora de votar, elas não relacionam a realidade com os nomes causadores dessas mazelas sociais. Elas reclamam dos problemas, porém, no momento de optar pela mudança, escolhem pela continuidade de ônibus lotados e sem horários para passar nos pontos; preferem as mortes por descasos nos hospitais públicos; prezam pela educação pública de má qualidade. Sim, essa vai ser a realidade escolhida democraticamente pela população. A vontade do povo é a vontade de Deus.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: