Carlos Roberto e Sebastião Almeida protagonizam campanhas sem propostas consistentes

PT e PSDB fazem panfletos para criminalizar o adversário

@brunosdr3

Mais uma eleição com a disputa entre o PT e o PSDB em Guarulhos. Os petistas são representados por Sebastião Almeida e os tucanos por Carlos Roberto. As campanhas correm com acusações disparadas pelos dois lados. Os panfletos são distribuídos por toda a cidade, os partidários tentam ganhar a eleição pela criminalização do adversário.

Os almeidistas acusam o tucano por condenação de três anos e quatros meses de prisão por sonegação de impostos e por recolher o FGTS e não repassar ao INSS. Já os carlistas acusam o PT por organizar o mensalão e por indícios de envolvimento do Governo Almeida com o caso Cachoeira.

A criminalização da campanha tem o objetivo de esconder a falta de propostas e políticas de governo dos dois candidatos. Não quero dizer que os dois são inocentes, pelo contrário, qualquer indício ou condenação deveria servir para deferir a campanha. Embora, as leis já deram importantes passos como a “Lei Ficha Limpa”, mas ainda há brechas legais para permitir candidaturas não tão confiáveis.

Os dois partidos representam a continuação do tipo de política que os brasileiros conhecem bem, sejam pelas as privatizações dos bens públicos, sejam pelo aquecimento econômico dos setores representados pelos banqueiros e pelos empresários ligados à construção civil.

Almeida e Carlos Roberto vão para o segundo turno das eleições

Lista dos 500 primeiros candidatos ao cargo de vereador em Guarulhos

Resultado final dos vereadores eleitos em Guarulhos

Cabos eleitorais espalham santinhos ao vento

Tanto o PT, quanto o PSDB, se mostraram incompetentes para resolver grandes anseios da população como o transporte público, a saúde e a educação. A condição do transporte público exemplifica a falta de tino administrativo das duas siglas. Em Guarulhos, com a administração do Partido dos Trabalhadores de quase doze anos, ainda não existe sequer um corredor de ônibus. O governo estadual com os tucanos há quase vinte anos no poder, só prometem o Metrô para 2017, e ainda chegará apenas no limite com a cidade de São Paulo.

Utilizo apenas um exemplo para demonstrar a incapacidade administrativa dos dois partidos. Guarulhos com a segunda maior arrecadação do Estado de São Paulo tem a locomoção de seus habitantes como em qualquer município interiorano. Os mais de 1,3 mil habitantes não têm metrô, trem ou apenas um corredor para os transportes coletivos. Sem falar em cargas que poderiam sair por via férrea ligando o aeroporto e as fábricas guarulhenses com o Porto de Santos e outras cidades da região metropolitana.

As campanhas do segundo turno poderiam focar em propostas, já que utilizar o medo é algo muito antigo na política brasileira. As acusações escondem propostas que poderiam ser cobradas durante o mandato de seja lá qual for o eleito. O que pensam os candidatos para resolver os problemas da cidade? Seus pensamentos estão encobertos pela campanha suja organizada pelos seus partidos. Só falta o próximo prefeito passar os quatro anos a culpar o seu adversário pela sua própria incompetência.

Anúncios
Comments
One Response to “Carlos Roberto e Sebastião Almeida protagonizam campanhas sem propostas consistentes”
  1. Luiz F. Francisquini disse:

    Não são os partidos que não tem propostas. São os condidatos que são muito fracos, infelizmente. É apenas projeto de poder e não de governo, ou melhor, de implantação de policitas públicas consistentes e resolutivas. Guarulhos, muito por conta da prosperidade vivida pela cidade na ultima decada, vem apresentando problemas sérios de mobilidade urbana. Valorizamos o transporte individual, com “belissimas” avenidas, mas só para carros, motocicletas e onibus (sem falas nas vans. O boom imobiliario mudou a paisagem da cidade, aglutinou milhares de pessoas em pequenos espaços, sem infraestrutura. Em suma, tudo aquilo que o PT critica em São Paulo (capital), fez em Guarulhos: ciclofaixas e não ciclovias, especulação imobiliaria e não politica habitacional, valorização do transporte individual e não coletivo, ou seja, são iguais e buscam diferenciação pela criminalização. É uma pena, minha querida Guarulhos merece muito mais!!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: