Agenda Cultural de Guarulhos


23 / sábado   Sábado Cultural Biblioteca Jardim Guaracy Neste dia, a Biblioteca abre as portas para um sábado de lazer, com Feira de Troca de Livros, contação de histórias com Valdete Xavier (acompanhada pelo violonista João Paulo Araújo), oficina de origami com Márcio Grou, oficinas de reciclagem, brincadeiras tradicionais e desenhos para colorir. Indicação: … Continue lendo

Livro trata sobre a retirada dos negros da região central de Guarulhos


Igreja Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos ficava no meio da atual Rua Dom Pedro II

No centro de Guarulhos havia uma igreja de frente para outra. Uma continua em pé, representa a fé oficial, é a igreja matriz. O templo derrubado era em homenagem à Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos. O local era mantido por irmandades negras, foi derrubado quando o rural sobrepunha o urbano em terras guarulhenses. Mas, uns dos argumentos era para se melhorar o trânsito, no ano de 1928.

O historiador Elmi Omar, pesquisou os verdadeiros motivos para a derrubada do templo, onde os negros compareciam para ter contato com o espiritual. Ali acontecia o culto religioso sincretizado e também as festas profanas – as congadas, os moçambiques e toda cultura criada na junção da fé católica com a cultura negra vinda da África.

A igreja Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos ficava no meio da atual Rua Dom Pedro II, perto do atual Poli Shopping. No chão há uma pintura em preto indicando o suposto local do templo derrubado, porém, Omar diverge da localização. Com base nos documentos e entrevistas, o historiador também colheu depoimentos de antigos moradores que informaram que a localização ficaria um pouco para frente de onde fizeram a pintura. Outra prova foi o estudo arqueológico feito com o sistema GPR – Radar de Penetração do Solo.

O livro utiliza a igreja como objeto de estudo para apontar o branqueamento do centro histórico, como aconteceu em outros lugares do Brasil. A igreja dos pretos ficaria mais distante da área central e também perderia seu antigo nome, deixando a comunidade negra à margem de algo que havia sido construído com suor e com a organização das irmandades.

Para Elmi Omar, a retirada física do templo serviria também como tentativa de desconstruir o imaterial das festas, danças e cantos que eram reprimidos pelas autoridades eclesiásticas e também por setores da igreja, que queriam uma fé alinhada com os mandamentos do Vaticano.

O livro é repleto de imagens que reconstroem uma Guarulhos desconhecida pela maioria das pessoas, um local rural com poucos moradores, onde os descendentes de escravos ainda lutavam para conseguir algum tipo de trabalho e lutar contra o preconceito.

O lançamento de mais uma obra de Elmi Omar, presidente do Conselho Municipal do Patrimônio Histórico e diretor geral da Associação Amigos do Patrimônio e Arquivo Histórico, acontece no dia 20/11/13, feriado da Consciência Negra. O Livro “Irmandades da Igreja Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos em Guarulhos” é mais que uma homenagem à comunidade negra, é um histórico acerto de contas.

Serviço

Lançamento do livro: “Irmandades da Igreja Nossa Senhora dos Homens em Guarulhos – Identidade, Cultura e Religiosidade”
Local: Adamastor (Salão das Artes)
Av. Monteiro Lobato, 734 – Guarulhos – SP. 20/11/13 às 19h.

Informações sobre o livro
Título: Irmandades da Igreja Nossa Senhora dos Homens em Guarulhos – Identidade, Cultura e Religiosidade
Autor: Elmi E. H. Omar
Editora: Navegar Assunto: História de Guarulhos, Irmandade Nossa Senhora dos Homens Pretos
Páginas: 142
Ano de edição: 2013

Apoio cultural AAPAH
Apoio financeiro Secretaria municipal de Cultura

Agenda Cultural de Guarulhos


26 / sábado Mostra de Artes Cênicas de Guarulhos Adamastor Av. Monteiro Lobato, 734, Macedo. A mendiga – Cia. Lanterna Teatro Em uma noite de Natal, uma mulher de classe média alta é surpreendida por uma mendiga que por três vezes seguidas bate à sua porta em busca de comida. Drama. 40 min. Classificação Livre. … Continue lendo

Violeiros se encontram no Bosque Maia


19 / sábado   Mostra de Artes Cênicas de Guarulhos Adamastor Av. Monteiro Lobato, 734, Macedo.   Os saltimbancos – Cia Nó Texto de Chico Buarque que conta a história de quatro animais que desabafam suas dificuldades na vida com seus donos. Uma crítica social em relação à ditadura e diferenças sociais no Brasil, porém … Continue lendo

Agenda Cultural de Guarulhos


11 a 30 de outubro   Três artistas, um só tempo – Adriana Honorato, Ana Rocha e Pamela Reis Biblioteca Monteiro Lobato Selecionadas no Programa de Exposições 2013 da Secretaria de Cultura com propostas individuais, as jovens artistas mostraram que têm algo em comum. Adriana Honorato propõe a leitura de sete livros de artista, Ana … Continue lendo

Mostra de artes cênicas acontece no Adamastor


Toda quinta, sexta e sábado   Feira Permanente de Artesanato Calçadão da Rua Felício Marcondes – Centro Das 9 às 17h, exceto feriados. A feira de artesanato reúne semanalmente no local 45 artesãos expositores com suas peças decorativas e utilitárias, confeccionadas em diversas técnicas artesanais Na foto em destaque as técnicas de Decupagem e Revestimento, … Continue lendo

Casa dos Cordéis une feijoada com arte


Atrações musicais: Leonardo Cosz, Aurea Fontes, Godoy Nogueira, Renato Vita, Vera Bianca e Guaru e Ricardo Dutra, entre outras.
Poesia: Castelo Hanssen, Osvaldo Alves e Eugenio Asano, entre outros.
Teatro: Teatro Mambembe da Cia. Brancaleone, e o Teatro de mamulengos da Valdeck de Garanhuns.
A artista plástica Jandilisa Grasano mostrará também seus quadros e seu livro “Jandilisa Grassano, Minha Vida, Uma Arte Só…”, lançado em julho deste ano. Um quadro de Jandilisa será leiloado. Coma a feijoada à vontade por R$35. Av. Torres Tibagi, 90 – Gopouva – Guarulhos-SP.

Veja o que há de programa cultural em Guarulhos


14 / sábado   Discutindo nosso Tempo Biblioteca Monteiro Lobato É necessário que exista em todas as cidades um projeto de crítica, debate e formação política, artística, cultural e reflexiva. Você que é estudante, artista, professor ou interessado na construção de um grupo multidisciplinar com o intuito de pensar, propor, discutir e entender o mundo … Continue lendo

Poeta guarulhense retrata o cotidiano em seus versos


Diogo Leite de Carvalho lança seu segundo livro, na Casa dos Cordéis

No próximo domingo (08/09) acontece o lançamento do livro “Gritos Poéticos”, do poeta Diogo Leite de Carvalho. O evento será na Casa dos Cordéis, às 16h, terá exposição de fotos e desenhos, o público também terá a oportunidade de comprar o livro.
“Gritos Poéticos” é o segundo livro do Diogo, o poeta tem a característica de contestar o amor, a religião, a sociedade, a política. Em cada verso há a rebeldia de um jovem que vive em um presente de contrariedades, mas com uma forte fé no futuro.
Suas palavras devem chocar os mais conservadores, na primeira estrofe do poema “E Se Jesus Morasse em São Paulo?”, o poeta questiona – “Seria de esquerda ou de direita? Torceria pro São Paulo, pro Corinthians?” Na segunda parte responde – “Andaria pela rua sem ninguém perceber, amaria os gays, os negros, as mulheres, os homens”.
A liberdade de expressão artística impulsiona o poeta a lançar mais um livro pela Gerúndios GE Edições, a editora de livros artesanais dá a liberdade de falar o que pensa e na forma que desejar. Diogo, como um cordelista moderno, traduz o cotidiano com versos reflexivos.
O evento tem a entrada franca, todos estão convidados para mostrar a sua criação artística. A Casa dos Cordéis fica na av. Torres Tibagi, 90 – Gopouva – Guarulhos.

Informações sobre o livro:
Título: Gritos Poéticos
Autor: Diogo Leite de Carvalho
Editora: Gerúndio Ge Edições
Assunto: Poesia
Páginas: 45
Ano de edição: 2013

Agenda Cultural de Guarulhos


31 / sábado   Sábado Cultural Biblioteca Gracinda dos Anjos de Sá Domingues Neste dia, a biblioteca abre as portas para um sábado de lazer, no qual terá feira de troca de livros, contação de histórias com Valdete Xavier, oficinas de reciclagem, brincadeiras antigas e desenhos para colorir. Indicação: livre. Mais informações: 2229-5639. Entrada franca. … Continue lendo